Banner Serviços

Psicologia

O serviço de psicologia do Hospital São Marcos foi implantado em 2007 com o objetivo de minimizar o impacto e o sofrimento acarretados pelo processo de adoecimento, tratamento, e hospitalização nos diversos setores tais como: UTI, maternidade, clinica médica, cirúrgica, e cuidados paliativos.

Além disso, o serviço de psicologia disponibiliza de orientação ao pai ( ou acompanhante) para assistir ao parto; Grupo de Trabalho em Humanização(GTH); Curso de Gestantes.

Atualmente o serviço de psicologia conta com duas psicólogas: Aline Mazambani CRP 08/10768, e Vilma Rodrigues Santos CRP 08/19954. De segunda a quinta das 8 as 17hs e na sexta ferira das 8 as12 hs.

O adoecimento é desencadeador de quadros reativos de desadaptação emocional. As rotinas de tratamento administradas ao paciente internado são, muitas vezes, interpretadas por esse como agressivas e invasivas na medida em que, de um lado, realmente geram dor, sensações desagradáveis( efeitos colaterais), mobilizam pudores( ter seu corpo manipulado por estranhos, ver e sentir seu corpo ser invadido por instrumentos e equipamentos intra e extra corpóreos- sondas, cateteres,drenos, etc)e, por outro lado, geram subjetivamente outros sentimentos como medo, expectativas, dúvidas, sensações estranhas em sua corporeidade. O psicólogo hospitalar trabalha na interface dos aspectos emocionais com os de natureza orgânica. (Amorim 2010)

A doença põe em jogo não só mecanismos fisiológicos; do ponto de vista psíquico, mobiliza defesas psicológicas no intuito de enfrentar a ruptura do equilíbrio que é acarretado por seu surgimento. A enfermidade é sempre um acontecimento singular, pessoal, inerente a historia de cada um, ao seu modo de se conduzir, de viver e de se relacionar com as demais pessoas.(Introdução a Psicologia Hospital 1991).

O serviço de psicologia hospitalar, dá voz a subjetividade do paciente, avaliando os recursos de enfrentamento disponíveis, ajudando-o a apropriar-se da sua condição, reorganizar sua vida frente a nova realidade, refletir sobre as consequências do tratamento e, participar ativamente do mesmo.

Na equipe multidisciplinar o psicólogo hospitalar ajuda a redirecionar o olhar dos demais profissionais para a individualidade de cada paciente, e para os aspectos subjetivos envolvidos no adoecer, ou seja, favorecer o reconhecimento dos aspectos psicológicos presentes na doença ou na relação com a equipe de saúde, colaborando ,assim, para a humanização do atendimento. Além disso, o psicólogo, ao integrar a equipe de saúde, favorece o funcionamento grupal, facilitando quando necessário, a comunicação interna. Com isso, estará criando possibilidades de vínculos na interação entre os membros do grupo e na relação do paciente como um todo. Neste sentido, sua presença estará representando suporte psicológico tanto para equipe, como para os pacientes. ( A Prática da Psicologia Hospitalar na Santa Casa de São Paulo 2010).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright 2018 - Hospital São Marcos. Todos os direitos reservados.
O Hospital São Marcos e seu Corpo Clínico não realizam nenhuma cobrança por telefone. Isso é Golpe.