Banner Serviços

SCIH - Serviço de Controle de Infecção Hospitalar

SCIH - Serviço de Controle de Infecção Hospitalar

 

Nossa missão é propiciar orientação e condições de infraestrutura para uma ASSISTÊNCIA MÉDICA SEGURA, observando medidas de prevenção e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS).

A infecção relacionada à assistência à saúde (IRAS) é aquela adquirida em função dos procedimentos necessários à monitorização e ao tratamento de pacientes em hospitais.

 

O diagnóstico das IRAS é feito com base em critérios definidos por Agências de Saúde Nacionais e Internacionais, como o Departamento de Epidemiologia do Estado do Paraná, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e os Centers for Disease Control and Prevention (CDC), dos Estados Unidos.

 

Para que a prevenção aconteça são realizadas algumas ações como:

 

Controle do uso racional de antimicrobianos;

Higienização das mãos;

Padronização das medidas de isolamento/precaução;

Vigilância das IRAS;

Capacitação da equipe multidisciplinar;

Monitorização do perfil de resistência e sensibilidade dos microrganismos;

Controle de dispositivos;

Visita técnica;

Ligações telefônicas em pós cirúrgicos.

 

Mesmo quando se adotam todas as medidas conhecidas para prevenção e controle de IRAS, certos grupos apresentam maior risco de desenvolver uma infecção. Entre esses casos estão os pacientes em extremos de idade, pessoas com diabetes, câncer, em tratamento ou com doenças imunossupressoras, com lesões extensas de pele, submetidas a cirurgias de grande porte ou transplantes, obesas e fumantes.

 

Os nossos Indicadores de infecção apresentam valor abaixo da meta estabelecida em nossa Instituição, e quando comparados a Indicadores Nacionais. Os mesmos são notificados mensalmente ao SONIH (Sistema Online de Notificação de Infecção Hospitalar) e divulgados ao corpo Clínico.

 

 

Alguns procedimentos cirúrgicos devem ser monitorados, estes pacientes receberão telefonema do hospital com 30 e 90 dias, para informações quanto à evolução cirúrgica. Em caso de dúvida entrar em contato com o nosso serviço no 32205522 ramal do SCIH ou pelo e-mail: ouvidoria_hospitalsaomarcos@outlook.com

 

O monitoramento das IRAS permite que os processos assistenciais sejam aprimorados e que o risco dessas infecções possa ser reduzido.

 

 

 

A higienização das mãos é um procedimento essencial neste controle. O nosso processo é baseado nas recomendações da OMS, que considera a necessidade de higienização das mãos, por todos os profissionais de saúde, em cinco momentos diferentes, incluindo antes e depois de qualquer contato com o paciente, conforme mostra a figura abaixo.

 

 

Orientações aos Visitantes:

 

Higienize sempre as mãos com água e sabão ou álcool gel ao chegar no hospital, e após a visita do paciente;

Não sente na cama do paciente. Você pode contaminar ou se contaminar mesmo sem saber;

Evite compartilhar alimentos com pacientes ou trazer comida ao hospital;

Evite mexer em curativos e equipamentos utilizados no tratamento do paciente, se necessário, chame a EQUIPE DE ENFERMAGEM;

Não visite o paciente se estiver resfriado, com febre, infecção intestinal ou de pele, ou qualquer doença transmissível;

Não traga crianças (menores de 12 anos) para visitar o paciente;

Flores naturais devem ser evitadas;

Não entregue seu bebê para outras mães amamentarem;

No caso de cirurgia ou parto não raspe pelos em casa.

Quando o paciente necessitar medidas de precauções, preste atenção na placa anexada à porta do quarto e siga as orientações.

 

Copyright 2018 - Hospital São Marcos. Todos os direitos reservados.
O Hospital São Marcos e seu Corpo Clínico não realizam nenhuma cobrança por telefone. Isso é Golpe.